• Ranielli Silva

A Insustentável Leveza Do Ser

Confesso caro leitor, que sempre amei esse título e o que escreverei a seguir não se trata do livro de Milan Kundera. Apenas tomei emprestado, pois ele é um convite para semearmos palavras bonitas, frases inesquecíveis, parágrafos marcantes e páginas inteiras de ideias que poderão ser compartilhadas para disseminarmos tudo que possa ajudar alguém a fazer o bem, pois ele ilumina o sorriso.

Há muito tempo uma experiência marcante com um pequeno ser, mudou minha concepção de mundo, gentil e tão pequena que caberia em caixa de sapatos. Inteligente a ponto de mudar meus hábitos e sem dar uma palavra ao longo de 13 anos. Nunca reclamou, apenas foi fiel e carinhosa, o poeta já diria o tempo é inexorável.

Quando jovem e bonita tinha energia para irradiar a família inteira, teve uma madrasta que a perseguiu durante muito tempo, mas por ser uma luz que veio para ensinar sobreviveu a todo tipo de maus tratos, esteve distante por períodos que não pude está por perto.

E quando a reencontrei ela já estava com 4 anos, preencheu meu tempo e me mostrou através dos afagos o quanto era fiel e adorável. Neste momento o leitor perguntará: "E o que o título desse simples texto, sem inspiração tem de belo?"

Quando falo INSUSTENTÁVEL, seria algo que não posso manter. LEVEZA no sentido de pureza de um amor incondicional que deveríamos sentir por todos e por fim nos falta o vocábulo final que seria SER, Platão acredita que o ser é o poder de existir.

A vejo com dificuldades para andar, sem mobilidade e com a idade avançada, percebo claramente que em breve nos deixara, mas terá sempre o poder de existir na minha memória e será eterna, querida DANY.

108 visualizações

N E C M E

71 999928683

Fax: (11) 4567-8910

©2019 por neurociência,educação, cinema, música e esporte. Orgulhosamente criado com Wix.com